· · ·

Jornalismo Ambiental

Precisa-se de consciência ambiental

ambiental 120814Estação de Tratamento de Esgoto da Serraria. Foto: Divulgação/PMPA

Foi inaugurada recentemente a primeira obra do Programa Integrado Socioambiental (PISA), a Estação de Tratamento de Esgoto Serraria (ETE). Nas proximidades fica a Vila dos Sargentos, no bairro que leva o mesmo nome da estação e onde os moradores dividem espaço com o lixo, seu próprio lixo.

A ETE Serraria ampliará para 80% o saneamento básico da capital, que atualmente trata apenas 27% de seus esgotos. O Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) prevê que deixarão de ser despejados, no Guaíba, 135 mil metros cúbicos de dejetos sem tratamento, tornando-o balneável.

A situação em que vivem os 4.500 moradores da Vila dos Sargentos é precária. A maioria das moradias está em zona de risco em encosta de morros ou perto das margens do Guaíba, que inunda as casas quando acontecem as cheias. Contrastando com a estação de tratamento, pontapé inicial que vai tratar os esgotos de Porto Alegre, e colocar a Capital dos gaúchos em destaque em saneamento básico, vivem moradores que não possuem a mínima consciência do mal que fazem ao ambiente e a eles próprios quando jogam sacos de lixo, móveis velhos, eletrodomésticos estragados e entulhos dentro do Guaíba.

O bairro Serraria possui apenas uma escola e a pior taxa de analfabetismo de Porto Alegre, 8,29%. A educação talvez seja um dos problemas que contribuem para a falta de conscientização dos moradores, sobre a importância da separação do seu lixo, para facilitar que a Coleta Seletiva possa dar o destino adequado aos resíduos já que alguns moradores simplesmente jogam seus entulhos em qualquer lugar.

A falta de conhecimento é a maior responsável pela pouca consciência ambiental. Precisa-se de campanhas de conscientização e as escolas devem ensinar as crianças desde cedo sobre a responsabilidade com o meio-ambiente. Os moradores da Serraria comemoraram que a presidente Dilma esteve ali, tão perto deles inaugurando a ETE. Enquanto isso, em algum lugar no bairro, seu vizinhos despejavam lixo na água. Muitos colocam a responsabilidade ambiental no Governo, mas, devem aprender que pouco adianta uma estação de tratamento se o lixo continuar sendo despejado todo dia em local impróprio.

 

Fontes:

· · ·