· · ·

Jornalismo Ambiental

Os benefícios da energia nuclear

usina

Mesmo sendo raros os acidentes, ainda existe um medo quanto à energia nuclear. Somente a palavra nuclear já basta para causar pânico nas pessoas. Um medo justificável, visto que a criação deste tipo de energia está intimamente ligada à bomba nuclear, e nem é preciso saber muito de história para lembrar o que ela causou na história da humanidade. Outro grande fator neste medo da energia nuclear é o famoso acidente de Chernobyl. Por mais que hoje se saiba que foi decorrente de uma série de falhas humanas, as pessoas ainda temem que algo do gênero se repita e espalhe radiação pelo mundo. Devido a estes fatores, muitas pessoas parecem ignorar os benefícios que a energia nuclear pode trazer não só para humanidade mas também ao meio ambiente.

 Este grande avanço tecnológico que a sociedade vive só serviu para aprimorar as usinas nucleares. Ainda que haja problemas em lidar com o lixo atômico, principal defeito da energia nuclear, o processo de administração dos reatores é um método completamente seguro. Como prova, temos o dado do Ministério do Trabalho dos Estados Unidos o qual revela que trabalhar em uma usina nuclear é um dos empregos mais seguros comparado com as demais fábricas. Só reforçando este pensamento, famosos opositores da energia nuclear como o cientista britânico James Lovelock e um dos fundadores do Greenpeace Patrick Moore passaram a ser a favor da energia nuclear justamente da sua maior segurança para a população e natureza.

Outro grande fator que torna a energia nuclear uma das melhores formas de obtenção de energia é o fato de vários países serem ricos em urânio, caso do Brasil e do Canadá, por exemplo. E não só o urânio é uma fonte fácil de ser encontrada, mas também é muito mais barata, ou seja, não há a necessidade de disputa, a exemplo do petróleo. O principal custo deste meio de energia é a construção da usina e não do seu combustível. Como já foi dito, o lixo atômico é o principal problema da energia nuclear. A atual solução é enterrar em depósitos no fundo do oceano, mas pesquisadores no Japão estão desenvolvendo um reator que diminuirá o tempo de vida radioativa deste lixo de milhares para centenas de ano.

A energia nuclear, merecidamente, cada vez mais ganha espaço, e vários países da Europa obtêm sua energia elétrica através dela. No Brasil ainda é uma forma de energia que muito tem a crescer, e vai. Depois que o nosso país ganhou a autorização para enriquecer urânio, cerca de quatro novos projetos devem surgir por aqui até 2030. Enquanto as demais formas de energia poderão demorar para apresentar resultados, a nuclear surge como solução na discussão de fontes energéticas. Ainda mais se levarmos em conta que o petróleo não é uma fonte inesgotável!

Matéria produzida na disciplina de Jornalismo Especializado I, com ênfase em Jornalismo Ambiental, Rural e Científico.
Professora responsável: Lisete Ghiggi

· · ·