· · ·

Jornalismo Investigativo

Jornalismo de Dados: Uma jornada da informação de qualidade

Uma hipótese é uma história e um método para testá-la. Foi partindo dessa premissa que os alunos da disciplina de Jornalismo de Dados empreenderam a jornada para realização de uma matéria investigativa, com uso de dados, verificação de fontes, validação de hipóteses.

O semestre começou com a questão "O jornalismo investigativo é apenas o bom e velho jornalismo bem realizado?". As reflexões e prática em andamento foram mostrando diferenciais.

Ambas as formas de jornalismo focalizam os elementos de quem, o que, onde e quando. Mas o quinto elemento da cobertura convencional, o “por que”, torna-se o “como” na investigação. Os outros elementos são desenvolvidos não apenas em termos de quantidade, mas também em termos de qualidade. O “quem” não é apenas um nome ou um título, e sim uma personalidade, com traços de caráter e um estilo. O “quando” não está presente nas notícias, e é um continuum histórico – uma narrativa. O “que” não é meramente um evento, e sim um fenômeno com causas e consequências. O “onde” não é apenas um endereço, e sim uma ambientação, na qual certas coisas se tornam mais ou menos possíveis.

Esses elementos e detalhes dão ao jornalismo investigativo, em sua melhor forma, uma poderosa qualidade estética que reforça o seu impacto emocional.

O acompanhamento da elaboração das matérias que contou com um projeto, um plano de apresentação e tratamento dos dados e informações em diferentes plataformas e recursos, contou ainda com uma seminário de verificação, ou seja, um momento “banca” para validar o material produzido, ver se a hipótese se sustentava, as fontes consultadas eram suficientes, os dados acessados compreendidos, se havia de fato um conteúdo consolidado, verificado. A pesquisadora e jornalista investigativa, doutoranda pela UFRGS, Marília Gehrke, foi a convidada para enriquecer o trabalho d e investigação. Os resultados foram incríveis. E agora você acompanha grandes e surpreendentes reportagens, fruto da reflexão, criatividade, apuração e redação impecáveis. Boa leitura,

Professora orgulhosa, Drª Sandra Bitencourt

 

Materiais produzidos pelos alunos da disciplina Jornalismo de Dados | 2019.1

As acadêmicas Carol Riet e Vitória Cunha elaboraram uma reportagem sobre a profissionalização do futebol feminino.

Captura de Tela 2019 08 08 as 14.10.37

Para acessar a matéria completa, clique aqui.

 

Os alunos Márcio Nunes, Thiago Freitas e Giulian Cavalli produziram matérias sobre ufologia.

Captura de Tela 2019 08 08 as 14.37.07

Para acessar o material completo, clique aqui.

 

 Os alunos Édson Dutra e Raikard Andrade falam sobre a relação entre a liberação do porte de armas e a violência contra a mulher.

 

· · ·