· · ·

Jornalismo Político

Guia para falar com a sua tia (ou o tiozão) do zap-zap

Guia para falar com a sua tia (ou o tiozão) do zap-zap deriva da preocupação em refletir e dialogar sobre um dos eventos mais importantes para o jornalismo em plena transformação tecnológica: a proliferação de notícias falsas nas redes. O que isso significa para o futuro do jornalismo e a segurança da democracia? Sempre houve notícias inventadas, especialmente na disputa política, mas o ambiente de desordem informacional deixou mais difícil para o público detectar informações tendenciosas na web e gera uma crise cultural que afeta não apenas o jornalismo, mas também a ciência, a medicina e a educação.

Neste exercício que surge diante das preocupações, dos estudos teóricos e da observação dos acontecimentos frenéticos no próprio cotidiano, professora e alunos decidiram investigar mais a fundo, fazendo um breve diagnóstico dos cenários sobre consumo e disseminação de informações políticas. A partir daí, definimos a realização de uma pesquisa online com um perfil que parece caracterizar em boa medida os usuários que mais se destacam nesse ambiente: o tiozão e a tia dos grupos de família no whatsapp. A pesquisa, baseada em pistas de estatísticas já consolidadas, pretende compreender como essas pessoas se comportam, qual sua relação com o consumo de notícias, qual a sua confiança nas fontes e sua conduta em reverberar o que recebem. Feita essa investigação a partir de um questionário online que os alunos distribuíram nos próprios grupos de família no mês de outubro deste ano foram capturadas as percepções de pessoas de diferentes idades (entre 17 e 65 anos), distintas classes sociais, do interior e da capital. Ao todo foram 36 respostas e uma maioria surpreendente: um alto percentual garantiu não disseminar notícias falas e desconfiar de informações políticas mesmo quando estavam de acordo com a sua posição. O resultado provocou nova reflexão: as pessoas não reconhecem quando uma informação tem o sentido de dissimular ou elas se envergonham de contribuir com essa disseminação? O que é a verdade e versão nos dias de hoje? O resultado das reflexões, as provocações e as dicas para tentar neutralizar essa desordem estão no Guia a seguir.

· · ·