· · ·

Estudante Matheus Pannebecker integra júri do Festival de Gramado

matheus panneO estudante de jornalismo venceu a promoçãoO estudante de jornalismo do IPA, Matheus Pannebecker, foi selecionado pela equipe do Segundo Caderno, do jornal Zero Hora, para integrar o Júri Popular do 39º Festival de Gramado. O que  definiu a sua participação no seleto grupo de jurados  foi a qualidade do  texto, de cunho reflexivo, que produziu sobre o filme 'Os Famosos e os Duendes da Morte'.

Com liberdade para discorrer sobre uma produção cinematográfica nacional e recente, o estudante pretigiou o primeiro longa-metragem do cineasta paulista Esmir Filho, rodado no Rio Grande do Sul.

Matheus vai iniciar nesta semana o 6º semestre do curso de Jonalismos, mas já contabiliza inúmeras iniciativas e funções em seu currículo. Além de  produzir textos e comentários para o seu blog (cinemaeargumento.wordpress.com), apresenta o programa 'Sala de Cinema', na Rádio IPA, e atua como estagiário da Agência Experimental de Jornalismo do IPA (AJor).

Para o acadêmico, a premiação "foi uma supresa", mas para a supervisora da  Agência Experimental de Jornalismo (AJor), Lisete Ghiggi, o resultado nada mais é do que "uma justa recompensa pela sua dedicação ao jornalismo", e em especial ao cinema.

Ao lado de jornalistas representantes de oito Estados, Matheus vai assistir e julgar a todos os longas e curtas do Festival de Gramado, o que para ele "é uma conquista", já que há  anos é presença fiel nos festivais, ao lado de seus familiares, que também apreciam o cinema.

 

Segue o texto premiado

"Longe é o lugar onde a gente pode viver de verdade. Essa é uma afirmação de mr. Tambourine Man, o jovem protagonista de Os Famosos e os Duendes da Morte. Ele, que vive numa isolada cidade do interior gaúcho, é fã de Bob Dylan e encontra na internet um refúgio para sua solidão e para sua falta de comunicação com o lugar onde vive. Mr. Tambourine Man vive num mundo paralelo, onde encontra esperança e alternativa na vida virtual.

Dirigido por Esmir Filho, Os Famosos... integra uma notável sequência de filmes brasileiros sobre a adolescência (As Melhores Coisas do Mundo, Morro do Céu, Antes que o Mundo Acabe). O longa de Esmir é o mais diferente (tanto na estética quanto na narrativa) e aposta na introspecção para contar a melancólica trajetória de um garoto em busca de sua real identidade num universo que lhe é desconhecido.

Os Famosos... se apoia num elenco eficiente: ao passo que o protagonista Henrique Larré transita muito bem por todas as angústias de seu personagem, a coadjuvante Áurea Baptista se destaca por fazer o clássico e sempre atraente papel da mãe que tenta se aproximar e compreender o fechado mundo do filho. Com a bela trilha de Nelo Johann e a extraordinária adaptação do difícil livro de Ismael Canepelle, se firma como o melhor filme "adolescente" do cinema nacional contemporâneo."

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·