· · ·

Pré-candidatos

Marina Silva: primeira candidata a visitar a 37ª Expointer

  • fabio-
  • fabio-
  • moises-
  • moises-
  • vivian-
  • vivian-
  • fabio-
  • fabio-
  • moises-
  • moises-
  • vivian-
  • vivian-

Começou na tarde desta quinta-feira (4/09) a romaria dos candidatos à Presidência da República, na Expointer 2014, em busca de votos dos produtores e trabalhadores do setor agropecuário do Rio Grande do Sul.

Marina Silva (PSB), a primeira a chegar, veio acompanhada de seu vice, Beto Albuquerque, e do amigo pessoal e candidato ao Senado, Pedro Simon (PMDB). A visita começou na Federação da Agricultura do Estado Rio Grande do Sul (Farsul), onde foi recebida pela sua diretoria, liderada por Carlos Sperotto. Enquanto a imprensa aguardava a coletiva, um funcionário caiu do telhado, e, mesmo com ferimentos leves, provocou tumulto, ao ser acionada equipe médica.

Na sequência, a candidata concedeu uma entrevista coletiva na casa da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag) e visitou a casa da Cooperativa Central Gaúcha dos Produtores de Leite (CCGL).

No momento em que a presidenciável deixava a sede da Farsul, um pequeno grupo de manifestantes, que carregavam uma faixa com os dizeres: 'Sindibancários na luta pelos direitos homossexuais', teve seus gritos abafados pelos seguidores de Marina. A manifestação foi um protesto ao recuo da intenção da candidata de apoiar as propostas em defesa do casamento igualitário.

 

Coletiva reúne imprensa nacional e local

IMG 4749Na entrevista coletiva, que ocorreu na casa da Fetag, quando questionada sobre a resistência dos produtores à sua candidatura, Marina respondeu: "Não existe quebra de resistência quando se tem disposição para o diálogo". E complementou: "A gente não trabalha com a lógica de quebrar a resistência e sim com a ideia de que se possa progressivamente construir convergências naquilo que interessa para o Brasil.Queremos um país que pare de querer ser gigante pela própria natureza e seja gigante pelas decisões que toma."

 

Manutenção dos projetos sociais

Com relação à manutenção dos projetos sociais do governo petista, Marina, recapitulou um pouco da sua vida e relatou que jamais atingiria pessoas de sua origem. E ressaltou:" Vamos aperfeiçoar os programas para que as mães do bolsa família não se transformem em filhas do bolsa família, investindo em educação e inclusão produtiva".

 

Áreas indígenas e transgênicos

Sobre as área indígenas revelou que está disposta ao diálogo. "Os brasileiros não querem os agricultores injustiçados e nem os índios desamparados. E sobre a polêmica dos transgênico deixou claro que defende áreas de coexistência de transgênicos e áreas livres de produtos geneticamente modificados.

 

Aliança com Aécio Neves

Sobre uma possível aliança com Aécio Neves a candidata foi enfática: "eu tenho respeito por todos os candidatos, mas como eu disse em 2010, o segundo turno se discute no segundo turno". E finalizou ao afirmar que quer fazer uma campanha correta e discutir ideias.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·