· · ·

Alunos de Jornalismo Especializado II analisam estratégias dos candidatos nas redes sociais

logo eleições

Nesta segunda-feira, pós-eleições do primeiro turno, estudantes do curso de Jornalismo apresentam análises detalhadas das estratégias no ambiente digital, utilizadas pelos candidatos à prefeitura de Porto Alegre.  Sob a orientação da Profa. Dra. Sandra Bitencourt, durante uma semana os alunos observaram o posicionamento dos candidatos nas redes sociais. Exploraram aspectos de discursos, imagem, linguagens, repertórios (temas), além de dimensionar/comparar os níveis de engajamento das redes.

O resultado dessa análise são reportagens que repercutem as escolhas de marketing, compreendendo os cenários ideológicos nesta campanha. Para isso, os alunos entrevistaram coordenadores de campanha e especialistas em marketing e em ciência política. Os conteúdos abordados na disciplina de Jornalismo Especializado II – Política e Economia foram utilizados para observar os mecanismos da campanha.  “A partir dos estudos que fizemos, a partir de conceitos, das teorias de decisão do voto, de finalidades da cobertura jornalística e das estratégias de marketing, decidimos aplicar às realidades que estávamos acompanhando”, destaca Sandra. 

Para a docente, o momento foi ideal para a prática da disciplina.  “Tivemos a boa sorte de realizar a disciplina sobre jornalismo e política justamente em um semestre com eleições e diante de uma campanha cheia de especificidades e ineditismo, onde as redes sociais tomaram uma relevância muito grande”, afirma. A acadêmica Franciele Schimmelfennig salienta que o trabalho ajudou a entender melhor o Jornalismo Político. “Por meio das atividades propostas, acompanhei a campanha eleitoral dos postulantes à Prefeitura e aprendi mais sobre o jornalismo político. Conseguimos produzir uma análise detalhada dos candidatos com mais intenções de voto, apontamos as estratégias e confrontamos assessores”, ressalta.

O aluno Douglas Webber ressalta a importância do estudo para compreender o uso das redes sociais na política. “Acompanhar a rotina dos candidatos, ainda mais nessa eleição tão fora do comum, me abriu os olhos para o que pode ser a nossa política no futuro. Principalmente, se tratando de comunicação e política em um momento em que rede social é tão importante”, assegura. Ele afirma que foi uma oportunidade de analisar minuciosamente uma eleição “Dificilmente teremos tão cedo uma eleição com tantos detalhes e tantas particularidades quanto essa de 2020, e fazer esse estudo com a tutela da Professora Sandra foi muito importante", garante. 

Sandra afirma que foi desafiador produzir reportagens a partir da observação e análise das redes sociais, das estratégias declaradas pelos coordenadores e da avaliação de especialistas. “O monitoramento foi feito a partir de categorias estabelecidas com base no que a teoria nos diz - observar discursos, imagens, linguagens, repertórios e assim ter impressões e levantamentos bem consistentes para elaborar a matéria. Acho que fomos capazes de realizar um excelente trabalho. Os alunos estão de parabéns”, complementa.

Acompanhe as reportagens aqui.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·