· · ·

Aluno destaque

Jair Farias, um aluno nota 10

jairFoto: Arquivo pessoalO “Aluno Destaque” desta edição é Jair Farias, 34 anos, aluno do 9º semestre, empreendedor, marido e pai de Nara Beatriz, 14 anos, além de gremista apaixonado. Alegre e bem- humorado e que, por trás do sorriso fácil, é um aluno compenetrado e dedicado. “Eu sempre lutei pelo 10, nunca pelo 7. As minhas notas comprovam isso”, destaca Jair. E ele vai mais longe. Acredita ter cumprido seu papel dentro do curso e que não se arrepende de nada. Ao falar sobre a profissão que escolheu, o jornalismo, seus olhos brilham. E é um amor antigo.

Jair iniciou no jornalismo no final da década de 90. Após um semestre, migrou para administração com ênfase em marketing, em 2002. Entre idas e vindas e três semestres depois, decidiu largar o Curso de Administração, mesmo trabalhando na área comercial naquela época. “Eu era formado em técnico de administração, o caminho natural era eu ter me formado em administração, mas o jornalismo é o que eu realmente gosto”, relata.

E foi justamente essa “paixão insaciável”, como diria Gabriel Garcia Márquez, aquele amor do passado que volta com toda força em 2011. Nesse ano, Jair retoma o curso de Jornalismo que havia abandonado na década de 1990. Optou pelo curso do IPA, que, para ele, o lapidou. “ Eu já tinha 12 anos de vivência na área, mas o curso me agregou muito mais conhecimento”, disse. E ainda destaca ter conhecido muita gente interessante nesses quatro anos. Outro aspecto destacado por Jair Farias é a importância que teve em sua atividade atual o foco em gestão da comunicação que o curso possui. Atualmente, é um dos sócios do Grupo Gathan Comunicações, empresa em que divide a sociedade com Jair Brum, seu pai. A empresa trabalha com produção de publicações periódicas (boletins, jornais e revistas), atendendo, principalmente, entidades. A partir das disciplinas do curso, em especial a de projeto de TCC, Jair acredita que terá condições de colocar em prática no Grupo Gathan. “O que eu executei nessa disciplina, muita coisa eu vou poder utilizar na minha empresa”.

Sobre o ponto mais importante dentro do curso, ele destaca aquele que é tido como o maior fantasma dos alunos, a temida monografia. “Eu sempre vivi bons momentos aqui. Mas a monografia foi o melhor momento. Ela foi muito metódica e tudo saiu como eu imaginava e havia planejado, tirar aquele 10 foi demais.”

Em relação ao jornalismo atual, salienta que há espaço no mercado para todos os segmentos da profissão, que atendem as necessidades dos mais variados públicos, e isso deve ser respeitado.Lembra que o jornalismo é um produto e que, queira ou não, o jornalismo está atrelado à questão comercial.

Sorridente e boa praça, Jair é muito bem quisto pelos colegas. ‘’É um cara que sei que posso contar para tudo, uma das pessoas mais fantásticas que conheci no IPA, pelo modo como leva a vida, sempre com um sorriso no rosto. É alguém que serve como espelho, pelo caráter que tem e pela dedicação com que realiza as coisas”, destaca o colega e amigo Erik Pastoris, que aproveita para brincar com uma das paixões do amigo: “fico muito feliz em ver que ele está se formando, merece só coisas boas, inclua-se nisso um título do Grêmio, o rapaz é fanático”. Além do Grêmio, Jair tem outra paixão, conforme lembra a colega Dóris Rolim. Segundo ela, Jair é “o verdadeiro amante de livros, será um grande profissional do jornalismo". Sobre o hábito de leitura, Jair diz que é como um “colecionador de livros”. Dóris também destaca uma outra característica do Jair. “Ele é aquele colega que, na hora do desespero de fim de semestre, ele vem com aquela paciência, calma e experiência e te ajuda, te tranquiliza”.

Quem também brinca com o “gremismo” de Jair é o professor Léo Nuñez. “É um ótimo amigo e um excelente profissional. E, além de tudo, gremista", destaca. Léo ainda lembra o quão importante é sua conduta durante as aulas. “O Jair é um grande cara. Sempre foi um aluno muito inteligente, participativo nas aulas, as suas contribuições fazem a aula se tornar mais interessante e dinâmica”, diz o professor. A admiração pela figura do futuro jornalista é algo recorrente entre o corpo docente do curso, o que comprova que o empenho e a luta pelo 10 valeram a pena. Como destaca a professora Maria Lúcia Patta Melão, “ele é o tipo de aluno que todo professor gostaria de ter, aliás, que todos os seus alunos fossem iguais a ele. Responsável, cumpridor de todas as tarefas e, além de tudo, contribui para o engradecimento de qualquer aula que tu possas ter pensado em fazer”, relata. Jair Farias também é só elogios aos mestres a quem lembra com carinho. “Tenho uma grande afinidade com todos, principalmente o Léo (Nuñez) e a Lisete (Ghiggi) que foi minha orientadora, mas eu não quero fazer injustiças, construí ótimas relações aqui dentro”, lembra.

Colegas de trabalho também não deixam de lembrar a dedicação de Jair, como é o caso de Carlos Tiburski, proprietário da 3C arte design, um dos parceiros da Gathan. “É aquele cara que vai te enviar um email as três horas da madrugada para resolver uma questão de trabalho, mas talvez não fique até esta hora contigo no bar. Uma figura competente e focada”. Tiburski ainda salienta a forma pacata de ser de Jair, “talvez não seja o cara certo para curtir uma balada, mas se você pretende fazer algum trabalho ou empreender ao lado dele, é a pessoa certa. Sua visão empreendedora e seu aperfeiçoamento constante se refletem nos trabalhos que ele gerencia. ", lembra o parceiro.

A quem está iniciando, Jair deixa um recado: “Quem está entrando nessa, tem que dar o melhor de si, se não, nem entra. Entra para lutar pelo 10, ou nem tenta.”

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·