· · ·

Geral

Aula Magna: professores e alunos comentam sobre situação econômica e política do Brasil

 MG 2516Foto: Daiana BertoA Aula Magna reuniu palestrantes, professores e alunos para analisar a atual situação socioeconômica e política do Brasil. O tema tem gerado vários debates e discussões e as opiniões divergem, inclusive entre os alunos. O Multiverso escutou acadêmicos do Colegiado das Ciências Sociais Aplicadas, que opinaram e apontaram alternativas para este momento histórico.

Para Claudio Burgos, estudante de Turismo, “a situação econômica do Brasil está péssima. Acho que as coisas estão subindo muito de preço, e eu não estou vendo mudança nenhuma no meu salário”. Por sua vez, o aluno Rubem Rocha, de Jornalismo, acredita que “a crise ainda não tomou uma proporção tão grande como é anunciada”, mas pode piorar com o tempo. Ele diz também que, para uma melhora na economia, a classe política deveria se unir e se conscientizar do mal que essa “disputa pós-eleição” está causando ao país.

Cleonice Gadêa, aluna de Direito, tem uma opinião parecida: “acho que as pessoas têm que parar de querer brigar e pensar mais no País, não só nos seus interesses, que muitas vezes são individuais”. Ela reforça que, apesar do momento ser difícil e instável para o Brasil, é interessante, afinal é momento histórico.

Poucas pessoas foram capazes de imaginar uma solução sólida para a tão complicada crise brasileira. Para a estudante de Ciências Contábeis, Lariane Rocha, por exemplo, uma alternativa seria “trocar todos os políticos”. No entanto, o aluno de Publicidade e Propaganda, Williande Rosa, acredita que uma boa ideia seria investir em obras públicas, “colocar mais gente de uma classe social menor para trabalhar, gerar mais renda. Assim vai gerar renda interna, e não externa”.

Para o aluno de jornalismo, Rafael Britto, a Aula Magna foi proveitosa. Segundo ele, “a fala de Cláudio Brito foi bem interessante. E, o conteúdo de economia foi apresentado de forma didática”. Em contrapartida, a estudante Mariane Bestroinski, do curso de Publicidade e Propaganda, explica o porquê de não ter gostado tanto: ”eu achava que ia ser mais ampla. Achei que eles só ficaram para um lado”.

A troca de informações realizada neste dia, além de esclarecer muitas dúvidas, também serviu para aumentar a esperança de que o Brasil vai melhorar sua situação econômica e superar a crise. Para o aluno João Rafael, do curso de administração, o Brasil tem muitas chances de sair da crise e solidifica seu argumento explicando: “somos um país adolescente, no que tange à democracia. Ainda tem muito a mudar”. O estudante Rafael Britto tem o pensamento um pouco mais pessimista, mas ainda confiante. “Eu acredito que o Brasil vai passar por essa fase. Vai demorar um pouco, vai ser complicado, mas acho que no ano que vem pode dar uma melhorada”, disse ele.

Tendo em vista que, de todos os lados, há pessoas que não aceitam posicionamentos contrários aos seus, as discussões no Brasil têm se tornado até perigosas. Apesar da variedade de opiniões, há um consenso geral entre os alunos do IPA, no que diz respeito à liberdade de expressão. Todos concordam que, para qualquer debate, o essencial é o respeito mútuo. E, que a violência, física ou verbal, não é válida em nenhuma situação. ­­­

Confere o que pensam os coordenadores dos cursos do Colegiado das Ciências Sociais Aplicadas.

 palestraprofessores

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·