· · ·

Agroecologica

Quintanda é inaugurada com clima de festa

foto25Foto: Vinicius Carvalho

Durante as atividades da Semana do Meio Ambiente, promovidas pelo Centro Universitário Metodista IPA, a Quintanda iniciou os seus trabalhos. O clima na cerimônia de abertura da Feira Agroecológica era de comemoração, considerando que é uma iniciativa que beneficia a todos. Não começa ou termina ali na feira em si, mas que se reflete na comunidade frequentadora, na sociedade e na natureza.

As palavras do coordenador da Pastoral Escolar e Universitária, Reverendo Roberval Lopes da Fonseca, foram as seguintes. “Vamos às compras”, disse ele, ao trazer a palavra sagrada para ilustrar o momento. “E saiu o semeador a semear”, citou. A palavra foi escolhida porque, segundo ele, sem este primeiro semeador, as pessoas nunca poderiam prosperar.

O reitor do IPA, Prof. Ms. Roberto Pontes da Fonseca, por sua vez, lembrou que ao consumir produtos industrializados, a pessoa ingere uma infinidade de químicos tóxicos e coisas que podem trazer malefícios para o corpo e para a terra. Ele ainda destacou que em produtos industrializados, o lucro e o retorno fica, em sua maioria, nas mãos dos atravessadores ao invés de retornar a quem realmente merece, o produtor. A Quintanda devolve este retorno aos produtores, frisou ele.

O coordenador do curso de Ciências Biológicas do IPA, Prof. Dr. Paulo Prates, comentou que a feira traz a alimentação saudável e concentra a atenção para uma educação ambiental. A coordenadora de graduação, Profa. Dra. Luciane Torenzan Viega ressaltou a importância da troca de experiência entre os produtores e estudantes. “A academia também se beneficia com isso porque muitas atividades de ensino, de pesquisa e de extensão podem acontecer aqui”, reforça a coordenadora.

O representante da Associação dos Agricultores Ecologistas deixou um recado emocionante, durante a solenidade. Juarez Felipe Pereira aponta que a iniciativa é muito importante para encurtar a distância da relação entre o produtor e o parceiro urbano. Ele usa este termo por acreditar que ingerir o alimento não é o fim do processo e sim uma das etapas de um ciclo. Assim que a pessoa ingere um alimento saudável, ela passa a projetar as coisas boas que o alimento traz, tanto na família quanto na sociedade. “Ao meu ver, consumidor é um termo reducionista”, reflete o agricultor.

Luiza Martins Veríssimo de Castro, visitante da feira, comenta que além da Quintanda, ela também frequenta outras feiras agroecológicas. Luiza reconhece que sentiu diferença em sua qualidade de vida depois que começou a consumir produtos da feira. “Como sou intolerante à lactose, eu compro bastante porque geralmente tem pães, bolos e coisas sem lactose” responde a visitante.

A Quintanda acontece todas as quintas-feiras, das 15h às 19h, em frente ao prédio G no Campus Central do IPA. Não perca a oportunidade de visitar, melhorar sua qualidade de vida e colaborar com a natureza!

 


Foto e Vídeo: Gregory Alvanoz e Vinicius Carvalho.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·