· · ·

Projetos

Alunos do Projeto Cidadania e Talento.com visitam o IPA

 MG 2646Foto: Arquivo pessoal

Está se tornando uma tradição a parceria entre o curso de Jornalismo e o Projeto Cidadania e Talento.com, desenvolvido pelo CIEE-RS. Mais uma turma de alunos, que participam do projeto, visitou a instituição e os laborátorios do curso, para desenvolver atividades na área da Comunicação Social.

É uma oportunidade para novas experiências, bem como, para o aluno descobrir e entender como a comunicação pode ajudar na sua formação, no lugar onde vive ou na escolha de uma profissão.

Na oficina de fotografia, muitos dos alunos tiveram o primeiro contato com equipamento profissional de foto e vídeo. Eles puderam explorar o campus IPA e fazer vários registros. A aluna do projeto, Carolina Bays, de 16 anos, tem o hábito de tirar fotos no celular. Segundo ela, a atividade apenas aumentou o desejo de seguir carreira como fotógrafa.

Na oficina de rádio, os alunos precisaram deixar a timidez de lado e soltar a voz. Em um clima de descontração, eles gravaram, em grupos, programas de rádio. Debateram temas como música, futebol, entre outros. A estudante Rhawa Schmidt, de 16 anos, explica que gostou da experiência de fazer as oficinas e conhecer o IPA. “Eu me senti muito acolhida aqui, o pessoal é brincalhão, e sabem falar com pessoas da nossa idade. Além de abordar assuntos importantes, como política”, conta ela.

E por fim, na oficina de vídeo, ministrada no Laboratório de TV, os alunos puderam aprender que, com o uso da imagem e das redes sociais, é possível denunciar os problemas da cidade e solicitar providências aos responsáveis por resolvê-los. “Podemos mostrar que estamos atentos a tudo que precisa melhorar, tudo o precisa ser feito. E, os canais de comunicação e o uso da internet são excelentes meios para nos ajudar", explicou a Profa. Dra. Valéria Deluca aos alunos

Os jovens tiveram a oportunidade de dizer, frente a uma câmera, o que cada um deseja de melhor para o mundo. Além um deixar um recado para o próximo prefeito de sua cidade.

A coordenadora pedagógica do projeto, Renata Corrêa, explica que após as oficinas, não apenas o rendimento em sala de aula melhora, como também, a auto-estima e a possibilidade de um futuro melhor. “Eles entraram no IPA sem saber o que encontrar e saem com uma perspectiva nova de mundo, podendo querer ser um jornalista radialista, ou simplesmente com o sentimento de que são responsáveis pelo lugar onde vivem", complementa.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·