· · ·

Direitos Humanos

Exposição A Arte Liberta traz trabalhos de apenados do Presídio Central

1A obra ‘A reflexão’ do artesão Elvis Esteves. Foto de Moisés Machado

O Projeto de Extensão Direitos Humanos na Prisão realiza a terceira edição de A Arte Liberta, exposição que traz uma série de trabalhos artísticos produzidos pelos apenados do Presídio Central de Porto Alegre. A mostra conta com pinturas e esculturas criadas a partir de materiais recicláveis. Os temas das obras variam entre entidades religiosas, paisagens da natureza, elementos referentes à justiça e à prisão.

Parte do projeto de extensão é trabalhar a visão da sociedade em relação aos detentos, mudando, assim, o tratamento e aceitação dessas pessoas ao retornarem à comunidade. “É importante concientizar que a prisão não é a realidade apenas de quem vive nela, mas também, de quem está fora, e que o sujeito que esta lá não pode ser excluído do resto”. A afirmação é do Coordenador do Projeto de Direitos Humanos na Prisão, Prof. Dr. Celso Rodrigues. Segundo ele, o objetivo do programa é acessar a população para que ela reflita sobre o seu fazer social.

O ofício artístico é algo praticado no Presídio Central, mas tomou maiores proporções após a inauguração da Escola de Arte, em outubro. A atividade vai contribuir com a socialização dos detentos durante o processo de cumprimento da pena, seja pela capacidade que a arte tem de mudar a perspectiva de uma pessoa, como também de fornecer esperança de um futuro diferente fora da prisão. “Graças à Escola de Arte, os colegas estão aprendendo a se profissionalizar, aprendendo outro caminho de sustentabilidade, outro meio de vida”, relata o artista Elvis Esteves.

Segundo a análise do artista plástico, Lucas Strey, a obra, ‘A reflexão’, do artesão Elvis Esteves, se destaca porque o escultor consegue transmitir o que sente no cotidiano como preso. “O que mais chama atenção não é a técnica. Mas sim, que ele conseguiu pegar a identidade do universo em que ele está inserido e materializou na peça”, complementa.

A mostra A Arte Liberta está aberta ao público na sala B300.

Fotos de Moisés Machado

 

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·