·

·

· · ·

Pastoral

Celebração da Páscoa reúne a comunidade acadêmica do IPA

.be

Na Semana da Páscoa, junto ao Campanário, colaboradores do Centro Universitário Metodista IPA se encontraram para comemorar, refletir e agradecer o presente que Jesus Cristo nos deu através do seu sacrifício. Com orações, cânticos e muito amor e carinho, o final da tarde chegou em clima de fraternização.

A cerimônia iniciou ao som instrumental da música Eu sei que vou te amar. O reverendo, Roberval Lopes, convidou os presentes a citar o Chamado à Adoração: “Cantem ao Senhor um novo cântico; cantem ao Senhor, todos os habitantes da terra.”. Em seguida, a reverenda Joziane Silvério, mencionou a Litania da Chegada, citando Lucas 24.1-12: “E no primeiro dia da semana, muito de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado, e algumas outras com elas.”.

Segundo ela, a Semana da Páscoa lembra que em alguma fase da vida, “viveremos a nossa sexta-feira de dor, o sábado de dúvida e o domingo da ressurreição”. Completa dizendo: “Então, a Páscoa é acima de tudo, a oportunidade de afirmar que a vontade de Deus não é sofrimento e a morte, mas a vida”.

A cerimônia de Páscoa prosseguiu com o reverendo Roberval agradecendo a Deus pelos 94 anos do IPA. “Nós clamamos que esse lugar seja um ambiente amoroso e fraternal, e que saibamos ouvir e perdoar”, disse. Ele solicitou que todos anotem em um pequeno papel orações para agradecer ou pedir algo a Deus. “A Pastoral vai guardar essas orações para que elas persistam durante o ano e sejam alcançadas”, disse.

A reitora, Profª. Drª. Anelise Coelho participou da celebração e contou brevemente sobre a trajetória do IPA, desejando que a instituição tenha um futuro brilhante e uma vida longa.  Após, os reverendos encerraram a celebração com a benção. “O Senhor te abençoe e te guarde. Senhor tenha misericórdia de ti, o senhor sobre ti resplandeça, levante o seu rosto e te dê a paz”, orou a reverenda.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

Rádio IPA ao vivo

· · ·