·

·

· · ·

Comunicação Integrada

21 de Junho: Dia do Mídia

midiaFoto: Freepik

A publicidade é um campo de atuação que vai muito além de um grupo de pessoas criativas, reunidas em torno de uma mesa, esperando pelo tão sonhado insight que renderá uma campanha. Por trás das boas ideias, não existem apenas os profissionais da criação ou redação. No dia 21 de junho, comemora-se o dia do mídia. Uma justa homenagem aos profissionais responsáveis pela divulgação de todas as campanhas.

O profissional de mídia é o responsável pelo planejamento e estratégia da programação e veiculação de uma campanha publicitária. O mídia analisa, planeja, negocia e executa todas as possibilidades e oportunidades de atingir o público-alvo, estudando o cliente, a concorrência e os veículos de comunicação. Precisa acompanhar a evolução do mercado, as tendências de mídia e a utilização adequada dos meios.

Hoje, o mercado de mídia vive algumas mudanças, no que diz respeito ao comportamento das pessoas e à chegada da tecnologia.  A propaganda acompanha as transformações que a sociedade sente. São mais opções de fontes de informação e conteúdo, com internet acessível, além do uso do celular e de novas maneiras de se comunicar, Tudo isso tem impactado no mercado de mídia.  Para a Mídia do Ano 2016 e diretora nacional de mídia da Competence, Renata Schenkel, “é muito mais difícil, hoje, impactar as pessoas do que há 10 anos atrás, quando um anúncio na Veja e um comercial no Jornal Nacional, juntos, falavam com quase toda a população”.

 renataRenata Schenkel

Atualmente, um dos desafios dos profissionais de mídia é ter que montar um verdadeiro quebra-cabeça de meios e veículos e muitas vezes, interligá-los para ter um resultado final bom para agradar o cliente e o público. “Contamos, muitas vezes, com a mesma verba ou menor do que há anos atrás”, explica Renata.

O profissional de mídia tem vivido desafios no âmbito profissional.  Renata Schenkel pondera que algumas agências passaram a entender a importância de um plano de mídia estratégico, mas lamenta que ainda existam as que consideram a criação como soberana na formulação de uma campanha. Ela avalia que a relação com clientes padece da mesma situação. Alguns reconhecem a capacidade técnica e confiam nas contribuições de seus mídias, e outros competem e preferem negociar diretamente e internalizar as decisões, na maioria das vezes, sem base técnica.

Na visão de Renata, um bom profissional nesta área precisar ter um sólido conhecimento técnico de mídia, uso de softwares e conhecimento de estratégias e táticas. Também, é fundamental ter desenvoltura, flexibilidade, capacidade de negociação e um perfil colaborativo.

Ao ser questionada sobre o futuro dos mídias e da própria profissão, Renata Schenkel foi enfática “Recomendo sinceramente que, mesmo focando em cursos de digital, não deixem de estudar e saber trabalhar com outras mídias, pois a complementariedade é fundamental”. Considerando a crise financeira do país e a crise das profissões movida pelas novidades no comportamento do consumidor, a área de comunicação está desafiadora.  Por isso, as marcas precisam se comunicar com estratégia e emoção, usando sempre os canais certos. Ela ressalta que é preciso um pouco de resiliência, muito de estratégia e criatividade, encarar o desafio e tocar para frente.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

Rádio IPA ao vivo

· · ·