· · ·

Geral

Leonardo Barcellos: 1% de criatividade

imagemFoto: Gaspar Corrêa

Você conhece Leonardo Barcellos? Se digitar este nome no Google, vai aparecer a face de um violinista famoso. Mas não é de violinos que o assunto trata. Na última terça-feira (12), Leonardo Barcellos, estudante de Publicidade e Propaganda do IPA, esteve no estúdio de TV para participar da nova edição do ‘Na Vitrine’ – projeto do curso que abre um espaço para troca de ideias com alunos de destaque no mercado.

Com um violinista homônimo (xará), Leonardo teve dificuldade de criar um conceito para ser identificado. Eis que, baseado em nomes de jogadores de futebol gregos, ele lançou a alcunha de ‘Leopitapos’, esta sim sua marca pessoal. Como publicitário, coordena a área de criação no portal ‘Mobile Maníacos’, além de ser responsável pelo branding da ‘Husky’. Atualmente, a situação dele é confortável, mas teve de lutar muito para estar onde está.

O primeiro estágio de Leopitapos foi numa galeria de arte. Inicialmente, ele se questionou o que estava fazendo em um local daqueles. Chegou à conclusão que o estágio é um momento de aprendizado, e, por isso, recomenda que os estudantes comecem por baixo, a fim de se qualificar. O que ele aprendeu na galeria? Arte. Compreendeu como funciona o pensamento do artista. ‘Seu Sérgio’, o curador do espaço, foi uma inspiração. Ele tinha uma visão mercadológica, que inspirou Leopitapos.

Na sequência, foi trabalhar em uma agência de Publicidade: Pimenta do Reino. Era o único da área de criação. “A experiência foi horrível, mas incrível para mim”, lembra. Todos os dias ele precisava correr atrás do prazo. Exigências do mercado, como os estudantes sabem bem. Hoje está na Mobile Maníacos. “É uma empresa pequena, mas a oportunidade de mercado é potencial”, analisa. Começou, então, a estudar o mercado de smartphones, e se questionou: por que não vender acessórios para esses aparelhos? A iniciativa deu certo.

Para ele, Publicidade e Propaganda não é somente o mundo das agências. “Publicidade está em tudo. Tu podes montar uma padaria e fazer dar certo”, exemplificou. Sobre a faculdade, Ele é um entusiasta das experiências, isto é, afirma que cada contato, cada interação com as pessoas pode contribuir à formação de um bom profissional. Desse modo, ele tem uma tese chamada “1% de criatividade”. Explica que se as pessoas, diariamente, entregarem 1% da sua criatividade para outras temáticas, diferentes das que conhece e trabalha, as chances de sucesso são maiores. Para ele, portanto, ampliar os horizontes é fundamental.

No encerramento, reforçou a importância da realização de uma boa graduação. Indica que a faculdade é o sobrenome do estudante, um espaço para dar o pontapé inicial na carreira. Otimista, concluiu que a Publicidade e Propaganda é uma área apaixonante. “Quando tu colocas amor nos anúncios e vê ele veiculado. É muito mais legal que ganhar dinheiro, às vezes”.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·