·

·

· · ·

Cultura, Multicultura

Em Ritmo de Fuga: crítica SEM spoilers

baby driverFoto: Divulgação

‘Em Ritmo de Fuga’ é dirigido e roteirizado por Edgar Wright, responsável por trabalhos como ‘Scott Pilgrim contra o mundo’ (2010) e ‘Quase todo mundo morto’ (2004). Wright esteve envolvido no projeto do ‘Homem-Formiga’ (2015), mas decidiu se retirar por causa de conflito de ideias com a Marvel Studios. Assim, ele retorna com esse novo longa, o qual teve a ideia do projeto há cerca de vinte anos.

Baby (Ansel Elgort) é um motorista de fuga que precisa ouvir música a todo momento por causa de uma deficiência auditiva. Após realizar um último trabalho em um assalto a banco, ele consegue quitar sua dívida e iniciar uma vida normal. Contudo, seu antigo patrão, Doc (Kevin Spacey) o ameaça para que volte a vida de crimes.

baby driver musicaFoto: Divulgação

Música...

‘Em Ritmo de Fuga’ tem sido muito elogiado, sendo chamado de ‘o filme mais estiloso do ano’, o que é notável, já que Wright deu muita personalidade a sua obra. Uma das ferramentas para chegar nesse resultado, foi se utilizar de uma trilha sonora composta por cerca de trinta músicas de todos os gêneros, que são tocadas durante quase todo o filme. Elas são fundamentais para a condução da trama junto com um trabalho de edição impecável, deixando o filme, em certos momentos, parecendo um clipe musical. Pode-se dizer que a música é alma do filme.

É interessante mencionar que a música, além de proporcionar clima e ritmo na história, também completa alguns diálogos ou compensa a ausência deles. Então, quanto mais músicas você conhecer, maior será sua diversão. E se o espectador estiver pouco familiarizado com a coletânea do filme, isso não vai prejudicar o seu aproveitamento.

carro em ritmo de fugaFoto: Divulgação

Ação...

Quando se pensa em filmes de ação com carros, as duas sagas que vêm em mente são ‘Velozes e Furiosos’ e ‘Transformers’, que contam com a fórmula já ‘batida’ e ruim do gênero: alguns nomes famosos para dar peso ao longa, excesso de cenas de ação (algumas sendo exageradas demais) e um roteiro raso e fraco.

Diferente dessas franquias, Wright proporciona cenas mais contidas, não menos empolgantes e que, também, não trazem desconforto ao espectador com manobras ou outras situações que são impossíveis de se fazer na vida real. Outro ponto positivo é o fato de Baby ser um especialista na direção, o que dá mais realidade nas cenas de ação. Isso poderia ser diferente se alguém, que não praticou durante anos como ele, conseguisse fazer o mesmo de primeira.

em ritmo de fuga grupoFoto: Divulgação

Elenco...

Elgort já havia se destacado após atuar no longa ‘A Culpa é das Estrelas’ (2014) com todo o seu carisma e estilo. ‘Em Ritmo de Fuga’, ele vai além, tanto que nos primeiros minutos do filme, ele já consegue conquistar a empatia do público. No decorrer da história, o seu personagem fica cada vez mais interessante e divertido.

O elenco é composto por atores bem conhecidos e talentosos como Kevin Spacey, Jamie Foxx, Lily James entre outros, que mesmo não aparecendo tanto em tela quanto Elgort, conseguem deixar sua marca no filme, apresentando de maneira clara suas personalidades, objetivos e quais possíveis atitudes eles podem ter no decorrer na trama.

 ‘Em Ritmo de Fuga’ estreia dia 27 de julho.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

Rádio IPA ao vivo

· · ·