·

·

· · ·

Palestra

Neverson Santos palestra sobre experiências de consumo

palestra neversonFoto: Giulian Cavalli

O diretor geral da Escola de Cinema e Animação Hype School, Neverson Santos participou de um bate-papo com os alunos da disciplina Laboratório de Comunicação Integrada. Ele abordou a importância de proporcionar uma boa experiência para o cliente e apresentou formas de comunicação com os diferentes públicos e a necessidade de se destacar no trabalho para alcançar o cliente. O evento fez parte do ciclo de palestras sobre comunicação integrada promovido pelos acadêmicos.

Neverson lembrou o conceito do Marketing 3.0, em que o público não deseja mais apenas consumir um determinado bem, mas viver a experiência que uma compra proporciona. Ele explica que devido a facilidade para efetuar uma compra hoje em dia, o ato de adquirir um bem não gera mais a mesma satisfação. “Antigamente, o sonho de algumas pessoas era ter um carro. Hoje, desde que você tenha crédito, você entra em uma concessionária sem um real no bolso e sai com um automóvel”, afirma.

Para conquistar o consumidor, explica ele, é necessário focar na possibilidade da experiência. Proporcionar esse momento é o que vai definir se a comunicação foi aceita ou não pelo público. “Para isso, é preciso fazer com que cada oportunidade de comunicação seja uma experiência relevante e diferenciada”, ressalta.

Ele destaca que é essencial se comunicar de formas diferentes a fim de atingir cada segmento do público. Neverson exemplifica com um caso pessoal que ocorreu na igreja que frequenta. A instituição tinha como objetivo atrair mais integrantes. “Há pessoas que possuem filhos, mas, as crianças não vão querer assistir o culto. Então, foi aberto um espaço para que elas realizassem atividades recreativas”. Ele complementa dizendo que mesmo atendendo um grupo singular com interesses diferentes, possibilitou-se que o objetivo final de levar mais pessoas para a igreja fosse atingido.

Neverson acredita que há profissionais acomodados, que ao desenvolver uma atividade se contentam com a primeira ideia. “Há trabalhos na rua como um outdoor, por exemplo, que são um feijão com arroz. As pessoas têm que se destacar, fazer um trabalho diferenciado”. Ele esclarece ao se esforçar um pouco a mais, o profissional obtém um resultado melhor. “É esse trabalho a mais que vai gerar uma experiência real no cliente e fazer com que comunicação surta um efeito nele”, acrescentou.

O diretor aconselha que ao se atender uma empresa, não se pode ficar preso à ideia de solucionar apenas as necessidades dela. “Isso é uma visão errada, porque você precisa atender as carências de quem consome os produtos e serviços do seu cliente. Você precisa conhecer o cliente final”, alerta.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

Rádio IPA ao vivo

· · ·