·

·

· · ·

Palestra

Ricardo Azeredo compartilha experiências e perspectivas do jornalismo com alunos do IPA

ricardo azeredo palestra segundaFoto: Carlos Alonço

O jornalista Ricardo Azeredo participou de um bate-papo com a turma de Jornalismo Especializado III. A atividade faz parte do cronograma do conteúdo de política da disciplina, ministrada pela Profa. Dra. Sandra Bitencourt.

Azeredo contou um pouco das suas experiências como jornalista, com passagens pela RBS TV, TV Pampa, Band, extinta TV Guaíba e UlbraTV, além de ter sido presidente da TVE, no período de 2008 a 2010. Ele também falou sobre seu site, www.ricardoazeredo.com.br, onde ensina técnicas de jornalismo, conta causos de sua carreira, exibe perfis de profissionais da área e faz análises sobre o cenário da comunicação.

Em uma conversa descontraída, que durou cerca de duas horas, Azeredo não quis focar nas técnicas, preferiu comentar sua visão sobre o jornalismo. Lembrou o início de sua carreira e deu dicas aos futuros colegas de profissão, que encontrarão um mercado diferente de quando iniciou sua trajetória. “Hoje, o jornalista precisa sair da média e se destacar. Não pode ter medo de errar e tem que ser criativo”, afirmou. Ainda sobre a preparação para a atividade, o jornalista disse que é preciso sempre buscar mais conhecimento, ler e ampliar o vocabulário. Ele também falou sobre o relacionamento com as fontes, a necessidade de ter uma agenda consistente e ser cuidadoso, para que o vínculo não passe do limite e torne o repórter um “refém da fonte”, alertou.

Em relação ao trabalho em assessoria de imprensa, Azeredo destacou a importância do jornalista, que deve ser visto como parte da organização, participando das ações de comunicação. Além disso, reforçou a necessidade do assessor sempre orientar o porta-voz de uma instituição, para que ele nunca fale por conta própria. Sobre o relacionamento com a mídia, lembrou que muitas vezes o assessor também precisa da imprensa, então não deve dificultar a chegada do repórter ao assessorado. “A assessoria precisa intermediar, não pode ser barreira”, declarou.

Os alunos aprovaram a conversa com Ricardo Azeredo, destacando a importância do contato com profissionais de comunicação na academia. Para o estudante Gustavo Carus, a experiência mostra a amplitude do mercado, onde os universitários precisam estar atentos. “Cada profissional tem sua área de atuação específica e essas frentes de trabalho demandam uma formação sólida misturada com proatividade”, avalia.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

Rádio IPA ao vivo

· · ·