· · ·

Publicidade e Propaganda

Bem-vindos ao Branded Content

branded contentFoto: Divulgação

Com o advento da tecnologia, em especial, das redes sociais, o comportamento de compra dos consumidores está em transformação. Hoje, os motivos que levam as pessoas a comprarem são outros, bem como, as maneiras para se adquirir produtos e serviços. Assim, novas ações para se conquistar o público-alvo são desenvolvidas e aplicadas. Recentemente, uma das estratégias de marketing, o Branded Content (conteúdo de marca), tem sido uma das apostas para se captar novos compradores.

O termo Branded Content surgiu como forma de descrever a série de filmes curtas-metragens The Hire (2001). Com cerca de dez minutos, os filmes apresentavam cenas de ação e os valores relacionados ao universo da marca de carros BMW. Outro fator influenciador foi o envolvimento de atores de peso como Clive Owen, Gary Oldman, Madonna e Mickey Rourke e diretores consagrados como Ang Lee, John Woo e Tony Scott na obra. A marca teve aumento de 12,5% nas vendas.

Diferente de uma propaganda, que possui uma intenção direta em apresentar um produto e induzir um indivíduo a compra, o Branded Content, tem como objetivo melhorar o posicionamento da marca no mercado. O interesse está em mudar ou reforçar a visão do público em relação a empresa, fazendo com que se tenha empatia por ela. A estratégia conhecida como ‘conteúdo de marca’, também, pode ser chamada de ‘entretenimento de marca’, pois tem a intenção de informar e divertir o público.

the hire bmw branded contentFoto: Divulgação The Hire

Apesar do foco não ser a venda do produto, o Branded Content possibilita que as pessoas lembrem da marca quando surge uma oportunidade. Por exemplo: uma empresa de produtos esportivos cria um vídeo emocionante sobre superação. A pessoa que assistiu ao vídeo, talvez, não pratique esportes, mas, por causa da experiência, ela pode indicar a empresa para um conhecido que esteja procurando por um equipamento esportivo.

Segundo o publicitário, Tiago Konrath, a propaganda se tornou praticamente um empecilho para o consumidor. “Percebemos, hoje, que o consumidor está acessando plataformas que não tem propaganda, como a Netflix”, disse. Ele recorda que o Youtube enfrenta dificuldades para apresentar propagandas durante os vídeos. “As pessoas não têm mais tempo para assistir propaganda. O site coloca propaganda enquanto o público está se divertindo, o que prejudica a imagem do Youtube”, afirma ele.

Tiago esclarece que a publicidade teve que se reinventar, produzindo conteúdo e gerando entretenimento através de dramaturgia, gamificação e diversos outros formatos e ferramentas para conseguir atingir o consumidor. “Eu penso que as empresas que não entregarem conteúdos para seus consumidores, logo, vão perder valor”, informou. Ele complementa que as novas gerações estão no âmbito do Marketing 4.0. “As marcas precisam se adequar ou vão ficar para trás”, conclui.

É importante salientar que o Branded Content não influência diretamente no aumento de vendas de um produto ou serviço. Entretanto, essa estratégia de marketing colabora sim, para a imagem da empresa, o que pode fazer a diferença caso ocorra uma crise de imagem de uma marca.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·