· · ·

Cinema

Multiverso participa do lançamento do 46º Festival de Cinema de Gramado

festival 1Foto:Martha Dias/Multiverso IPA

A Cinemateca Capitólio foi o palco do evento inaugural do 46º Festival de Cinema de Gramado. A mostra acontece de 17 a 25 de agosto, no Palácio dos Festivais. Foram apresentados os longas-metragens nacionais e sul-americanos, e os curtas gaúchos que receberão destaque. Nove longas-metragens brasileiros e cinco estrangeiros serão inéditos no circuito nacional. O Multiverso participou da coletiva de lançamento e conta como foi.

festival 2Foto:Bruno Dornelles/Multiverso IPA

O Multiverso participou da coletiva de lançamento e conversou com o jornalista Matheus Pannebecker, sócio da PautaAssesoria, responsável pela organização e produção de conteúdo e notícias sobre o Festival de Cinema de Gramado.

festival 3Foto:Martha Dias/Multiverso IPA

Matheus contou que o trabalho envolvendo o festival inicia bem antes da coletiva de imprensa e de lançamento. “Na realidade, começamos a trabalhar o Festival de Cinema a partir da virada do ano. As divulgações pontuais a gente já havia feito nos bastidores, como o início das inscrições”. Ele explica que a coletiva é o momento em que toda a programação é divulgada. “A gente tem aí todo o conceito do evento, os filmes selecionados, é aqui que o evento toma forma. Apresentamos tudo que está sendo preparado ao longo desses meses e o que de fato irá se ver em Gramado”. Os presentes na coletiva receberam o material que será distribuído para todo o Brasil e América Latina. “Então, hoje O Globo, o Estadão, a Folha de São Paulo, o La Nación, todos eles estarão também recebendo as informações que vocês receberam”.

Pannebecker falou sobre a importância de uma imprensa especializada para esse tipo evento. O Festival de Cinema de Gramado é uma das maiores mostras sobre cinema da América Latina. “É um evento grandioso que tem repercussão internacional. É um festival latino desde os anos 90”. Ele ressaltou que o Kikito já foi entregue a personalidades como Pedro Almodovar e Javier Barney.

Gramado é uma cidade turística, o que também já atrai o interesse de todo o mundo, lembrou o assessor. “O Festival de Cinema é, entre todos os eventos que Gramado faz, o que traz mais o que a gente chama de mídia espontânea. É um conteúdo divulgado porque realmente tem uma história. E claro, se tratando de cinema, tem uma gama de assuntos para se tratar”. Ele destacou a necessidade de curadoria além da necessidade de um cronograma de divulgação. “A assessoria faz todo esse alinhamento de discurso. Vem para canalizar, divulgar e organizar o conteúdo”, explica ele.

O trabalho desenvolvido não envolve somente divulgação, mas, também o site e as redes sociais. “Fazemos um catálogo, tudo que é comunicado, tudo que envolve texto sai via PautaAssessoria. Temos uma grande experiência com o festival, então isso facilita”. Matheus ressalta que a assessoria em comunicação é crucial, inclusive durante o evento. “Atuamos como repórter. Fazemos reportagem, cobrimos tapete, e coletiva”, ao destacar que a Pauta atua em diferentes frentes.

Outro ponto fundamental para o jornalista é o credenciamento. “Recebemos pedido de cobertura de mais 600 veículos do Brasil e da América Latina. Então, é fundamental ter uma assessoria cuidando disso. É um pique completamente diferente”.

festival 4Foto:Bruno Dornelles/Multiverso IPA

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·