· · ·

Árvore Solidária é destaque na Biblioteca do IPA

arvore2Foto: Ilana Xavier

Uma árvore de Natal especial, montada com livros, traz o espírito da solidariedade e da empatia ao Campus IPA. Com a iniciativa, os colaboradores da Biblioteca Central esperam arrecadar alimentos que serão repassados à Pastoral Universitária e destinados aos projetos assistenciais desenvolvidos pela Sociedade Metodista e Amparo à Infância (SOMAI) e Casa Suzano Wesley.  A ação é aberta à comunidade em geral.

 

Marisa Miguellis, coordenadora da Biblioteca Central, comentou que a ação de doar era algo restrito à equipe do setor. “Nós substituímos o tradicional ‘Amigo Secreto’ pelo ‘Amigo Solidário’, onde os funcionários se uniram para a montagem de cestas básicas que seriam doadas à instituições que precisam de apoio”, contou. Depois de montada a árvore, a ideia ganhou novas proporções e foi estendida à toda comunidade. “Se todos se envolverem, vamos aumentar e muito, o número de pessoas que receberão ajuda”, salientou.

Rosalia Vianna, auxiliar de Biblioteca, salientou que o trabalho foi feito em equipe. “Foi um trabalho em conjunto. A ideia era construir uma árvore que caracterizasse a Biblioteca. Procuramos exemplos para entender como estruturar para não termos problemas. Todos se envolveram na montagem, inclusive na escolha dos livros que seriam utilizados”, lembrou. Sobre a ação, Rosalia acrescentou a importância de praticar a empatia, “nos ensina a doar, a ser solidário, a praticar o bem. Participar dessa iniciativa é ter a consciência de que é necessário ajudar quem precisa”, concluiu.

arvore1Foto: Ilana Xavier

O Pastor Roberval Trindade salientou a importância do envolvimento da comunidade acadêmica. “É de grande relevância que todos se engajem, porque ações sociais fazem parte de uma Instituição Metodista como o IPA. Por mais que a maioria dos estudantes e professores não tenham a mesma religião, uma atividade assim propõe o respeito a nossa diversidade. Isso nos aproxima de Deus”, explicou.

Gabriela Flores, auxiliar de biblioteca, espera por uma boa arrecadação. “Abrir espaço para que todos participem faz com que tenhamos a expectativa de que todos irão se engajar nesse processo e com isso, possibilitar ajuda a mais pessoas”, disse. Zilda da Rosa, auxiliar de biblioteca, comenta a necessidade de engajar toda a academia no processo. “Entendo que a doação é fazer o bem para os outros, mostrar amor por um semelhante, uma forma de demonstrar empatia com quem precisa”, comentou.

Quem quiser conhecer as Instituições que serão beneficiadas pode visitar os seguintes endereços:

Sociedade Metodista de Amparo a Infância (SOMAI) – Rua Bom Jesus, 610 – Bom Jesus/Porto Alegre.

Casa Suzana Wesley – Rua Pastoral, 407 – São Lucas/Viamão.

Postar comentário

0

· · ·