· · ·

#TBTexto: A chegada de Sandra e Sagrera

final enviar 04

O primeiro semestre de 2015 foi marcado pela chegada de novos docentes no curso de Jornalismo. A Profa. Dra. Sandra Bitencourt e Prof. Me. Renato Sagrera trouxeram suas experiências em TV e assessoria de imprensa como diferencial. Além de professores, ambos são assessores de imprensa de órgãos públicos. Sandra atualmente atua na Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Sagrera está na Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs) e é apresentador no Canal Bah! (20 e 520) da NET/POA.

 

Para Sandra, é importante dar destaque às primeiras impressões que foram consolidadas mesmo com o passar dos anos. “Sigo com a certeza de estar numa Instituição plural, com autonomia para o ensino, preocupação com a formação integral e um relacionamento muito próximo com os alunos, permitindo compreender as diferentes dimensões de cada um que compõe o fascinante mosaico do ser humano disposto a aprender e ensinar”, comentou entusiasmada.

Sobre os desafios encontrados, ela comenta as mudanças nas dinâmicas sociais e políticas. “Vivenciamos uma crise do campo jornalístico. O que apenas fortalece a necessidade de formação e reflexão”, afirmou. A professora concluiu dizendo acreditar na superação dos entraves. “Os tempos não são fáceis, mas seguimos com investimento muito forte no ensino, na pesquisa. Temos uma revista Qualis B3, um feito. E na extensão, diversos projetos. Tenho confiança na superação e no desenvolvimento”, encerrou.

Renato lembrou sua entrada no IPA. “Cheguei com uma grande expectativa de realizar um excelente trabalho. Eu já sabia da fama do IPA e também já conhecia o trabalho do professor Fabio”, resgatou. Para ele, o grande diferencial da Instituição é a possibilidade de vivências práticas. “Eu sempre tento fazer uma conciliação entre o que a teoria diz e a prática. Trago vários textos, depoimentos de autores, cases que os alunos vão ter que enfrentar na rotina de trabalho. Ou seja, o método pedagógico alia teoria e prática”, disse. O professor ainda ressalta a importância de valorizar o debate em sala de aula. “Existe uma interação muito forte aqui. Professores e alunos, dialogando e chegando a um denominador comum”, salientou.

Confira na Íntegra a matéria publicada em 31 de março de 2015.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·