· · ·

Glória Maria emociona com suas histórias de vida

Divulgação Senac RSFoto: Divulgação Senac RS

A equipe Multiverso participou da palestra Mudanças e Desafios, apresentada pela jornalista Glória Maria. Mais de três mil participantes lotaram o Auditório Araújo Vianna para prestigiar a abertura da 14º Feira de Oportunidades do Senac RS. O evento visa a capacitação e a qualificação dos profissionais do setor.

 

Caroline Luz, aluna do curso de Jornalismo do IPA, fez questão de destacar a frase que mais a chamou atenção: “Ideias pré-concebidas limitam nossas possibilidades. Devemos aceitar desafios e saber ir adiante. A vida é feita de experiências e riscos”. Ela confessou estar admirada com as colocações de Glória. “Foi inspirador.  Sem querer ela descreveu, em cada palavra, o que é Jornalismo”, observou.

Com uma trajetória profissional repleta de ineditismos, como ser a primeira mulher negra a apresentar um dos telejornais mais importantes da televisão brasileira e primeira mulher brasileira a cobrir uma guerra (nas Malvinas), utilizou de bom-humor para trazer trechos de reportagens para narrar sua vasta experiência. Ela salientou em diversos momentos que é preciso se reinventar, aceitar desafios, superar os próprios limites e não ter medo de ousar. Para Glória, esses são os pré-requisitos para a ascensão profissional de qualquer área. “Me apontam como uma destemida, mas a verdade é que eu não sei nadar, não dirijo e tenho bastante medo de altura”, exemplificou. E completou: “Não digo não diante das oportunidades. Minha história é repleta de experiências”.

A apresentadora comentou sobre as dificuldades que surgiram, mas não fizeram com que ela desistisse de persistir no que acredita. “Eu vim de uma família muito pobre. Mas um caminho de correção e de ética me trouxe até onde eu estou, fez a minha carreira. Por isso, a gente tem que saber que pode sim, se a gente tiver vontade. Temos que acreditar em nós mesmos”, incentivou.

Antes da palestra

O painel ‘As oportunidades estão aí. Aproveite!’  abriu o evento. Com os cases de Bruna Longarai, Negra Jaque e João Miragem e mediação de Giane Guerra, foram debatidos temas como a transformação e migração de carreira e a importância da qualificação.

Bruna é aluna de Marketing do Senac e uma jovem empreendedora que está à frente da empresa Bruna Trufas, famosa na área da confeitaria. Durante o painel, ela relatou a sua história: “comecei vendendo trufas de forma despretensiosa durante a faculdade em um momento financeiro difícil da minha família. O negócio foi crescendo e, hoje, eu emprego mais de 15 pessoas”, conta ela. A rapper Negra Jaque é pedagoga e destaque na cena hip-hop de Porto Alegre. Ela também narrou como foi construir uma carreira na música sendo mulher, em um cenário predominantemente masculino. Por fim, o administrador e publicitário João Miragem contou sua história. Ele é sócio de uma unidade da Ciao pizzeria, um case de sucesso na área da Gastronomia.

Postar comentário

0
  • Nenhum comentário encontrado

· · ·