· · ·

Por onde anda?

Por onde anda Gustavo Nunes?

POA Jornalismo

Graduado em Jornalismo pelo Centro Universitário Metodista IPA em 2012, Gustavo Nunes tem pós-graduação em Comunicação Empresarial. Com passagem por diversos veículos, atualmente, é empreendedor, proprietário da Nunes & Luz Comunicação. A empresa é focada na produção executiva, edição de texto, técnicas de entrevista, reportagem e linguagem corporal. “Nós formamos porta-vozes. Logo, logo, irá ao ar na BAND RS, um projeto muito legal desenvolvido através da nossa prestação de serviços”, comemora.

Mas, o Gustavo não pensava em fazer Jornalismo. Ele revela que tentou o vestibular para o curso de Medicina e Agronomia em diversas instituições, porém, não obteve sucesso.  “Dizem que quem não sabe o que fazer da vida, vai para a área da Comunicação”, declara sem arrependimentos, pois as investidas lhe trouxeram ao seu caminho profissional.

Iniciou a graduação em março de 2007 e em abril já tinha uma foto sua publicada no jornal Correio do Povo. “Foi no Correio do dia 22. Tenho o recorte do jornal até hoje”, recorda. No mesmo mês, começou o estágio na assessoria de imprensa da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. “Isso foi muito importante para a minha trajetória profissional. Fiz muitos contatos”, enfatiza.

Gustavo NunesFoto: Arquivo Pessoal

Ainda como acadêmico, Gustavo teve a oportunidade de trabalhar como produtor e repórter, com passagens pela rádio escuta do Palácio Piratini, Rádio Band AM e Band News FM. “A cobertura mais marcante foi o atropelamento de ciclistas da Massa Crítica. Entrei ao vivo para a TV em Porto Alegre e São Paulo e para a Rádio Band em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Salvador”, revive. Após, foi contratado pela Record TV, onde trabalhou até o final da graduação.

Como diplomado, aceitou o desafio na assessoria de imprensa do Lindóia Tênis Clube. Não demorou muito tempo e a Record TV chamou novamente o profissional. Ele retornou à emissora como produtor executivo e pouco depois foi promovido a editor de texto. Desempenhou a função até fevereiro deste ano, quando decidiu alçar voo e ter seu próprio negócio em comunicação.

Sobre sua passagem pelo IPA, Gustavo destaca a proposta do curso de Jornalismo: unir teoria e prática desde o começo. “A ideia sempre foi colocar o discente no campo de atuação. E comigo, funcionou”. Ele conta que viveu a chegada dos cursos de Comunicação na instituição. “Vi os novos estúdios, os equipamentos e a tecnologia idêntica a utilizada nos meios de comunicação à nossa disposição. O que diferenciava um aluno do outro era a dedicação”. Ele lembra que o fundamento teórico era visto nas aulas, além da experiência dos professores e das vivências proporcionadas pela experimentação.

Postar comentário

0
  • Fábio da Costa Nunes

    A sensação mais prazerosa que um filho proporciona a um pai, é a de se orgulhar por suas conquistas.

· · ·